segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O que é Surdo / Surdo-Mudo / Deficiente Auditivo

a  A) Surdo: A Lei 5.626/05 esclarece o conceito de surdez “considera-se pessoa surda aquela que, por ter perda auditiva, compreende e interage com o mundo por meio de experiências visuais, manifestando sua cultura principalmente pelo uso da Língua Brasileira de Sinais – Libras”. Os indivíduos que não utilizam a Libras como principal forma de comunicação, normalmente são chamados de deficientes auditivos. 
B) Surdo-Mudo: Conforme a FENEIS o termo surdo-mudo é um termo muito antigo, de quando as pessoas acreditavam que todos os surdos eram mudos, porém com o passar dos tempos perceberam que era possível ensinar um surdo a falar, portanto é uma expressão que é inadequada e cairá em desuso.
c  C) Deficiente Auditivo: A Lei 5.626 esclarece o que é deficiência auditiva “Considera-se deficiência auditiva a perda bilateral, parcial ou total, de quarenta e um decibéis (dB) ou mais, aferida por audiograma nas frequências de 500Hz, 1.000Hz, 2.000Hz e 3.000Hz.”.
A deficiência auditiva está dividida de acordo com as suas características, pois este tipo de deficiência pode ser adquirido por diversos fatores, dentre eles estão causas relacionadas a acidentes ou até mesmo por falhas no sistema nervoso.
Graus de perda auditiva:
Existe 4 níveis de deficiência auditiva que são considerados perdas leve, moderada, severa e profunda:

a) Leve: A incapacidade de ouvir sons abaixo de 30 decibéis, principalmente quando há algum ruído de fundo.
b) Moderada: A incapacidade de ouvir sons abaixo de cerca de 50 decibéis. Aparelho ou prótese auditiva pode ser necessário.
c) Severa: A incapacidade de ouvir sons abaixo de cerca de 80 decibéis. Próteses auditivas são úteis em alguns casos, mas são insuficientes em outros. Normalmente se comunicam pela língua de sinais ou leitura labial.
d) Profunda: São considerados surdos, ou incapazes de ouvir sons abaixo de cerca de 95 decibéis. Tal como aqueles com perda auditiva severa, se comunicam principalmente através de linguagem de sinais, outros com uso das técnicas de leitura labial.



Nenhum comentário:

Postar um comentário