quinta-feira, 23 de agosto de 2012

ENTENDENDO A PERDA DE AUDIÇÃO


  • PERDA DE AUDIÇÃO
Para entender a perda auditiva, precisamos entender como funciona nossa audição. A orelha é um orgão dividido em três partes: orelha externa, orelha média e orelha interna. A orelha externa é responsável por captar as ondas sonoras contidas no ambiente, este som é direcionado para orelha média onde se encontra a membrana timpânica e os ossículos: martelo, bigorna e estribo que em conjunto vibram e amplificam os sons levando-os até a orelha interna onde são processados pela cóclea. A cóclea é preenchida por um líquido e por um conjunto de células nervosas que transmitem impulsos elétricos até o nervo e este até o cérebro para que seja interpretado o som.

  • Perda Auditiva
Sinais:
  1. Dificuldades para entender as palavras, ouve mas não entende.
  2. Dificuldades para escutar televisão e telefone.
  3. Dificuldades para escutar de longe.
  4. Dificuldades para escutar em ambientes ruidosos.

Tipos de perdas:
  1. Condutiva: Qualquer interferência na transmissão do som desde o conduto auditivo externo até o ouvido interno.

  2. Neurossensorial: Ocorre quando há impossibilidade de recepção do som por lesão das células ciliadas ou nervo auditivo.

  3. Mista: Ocorre quando há uma alteração na condução do som até o órgão terminal sensorial associada à lesão do órgão sensorial ou do nervo auditivo.

Graus de perda auditiva:
O grau da perda auditiva é classificado pela interpretação do exame de audiometria realizado pelo fonoaudiólogo. Existem quatro tipos de graus de perda auditiva que vão de leve a profundo.
  1. Perda auditiva leve: Caracteriza-se por uma pequena dificuldade de compreensão, o indivíduo ouve bem em ambientes silenciosos, mas apresenta dificuldades em ambientes ruidosos e com fala distante ou muito baixa.

  2. Perda Auditiva de grau moderado: Caracteriza-se por uma dificuldade na compreensão mesmo em ambientes silenciosos, além disso, o indivíduo com essa perda necessita que os outros repitam muitas vezes a palavra ou que se fale mais alto.

  3. Perda Auditiva de grau severo: O indivíduo apresenta muita dificuldade para entender a fala.

  4. Perda Auditiva de grau profundo: A pessoa com essa perda somente escuta sons extremamente altos acima de 90 dB.

audiograma


                                                    

Média Tonal Denominação
≤ 25 dBNA Audição normal
26 - 40 dBNA Perda auditiva de grau leve
41 - 55 dBNA Perda auditiva de grau moderado
56 - 70 dBNA Perda auditiva de grau moderadamente severo
71 - 90 dBNA Perda auditiva de grau severo
≥ 91 dBNA Perda auditiva de grau profundo

Um comentário: